Vendo este vídeo



veio-me à mente o 'pescador' Irmão Colpani e suas peripécias memoráveis.

O referido membro desta Irmandade possui, como poucos sabem, um kit semi-profissional para pescaria. Sempre se gavou de suas linhas especiais, carretilhas, chumbadas extra-pesadas e até uma faca do Rambo. Só que, por ironia do destino (e alegria desta Irmandade), o Ir. Colpani é o que menos pesca (isso quando pesca!).

Além de já ter pescado uma outra vara de um japonês (as linhas se enroscaram e Ir. Colpani achou que tinha pego um grandão), a mais hilariante história aconteceu num dos acampamentos na represa de Salto Caxias.

Lá se foi Ir. Colpani à beira do rio com seu super kit pescaria de mais de 10 anos. Sentou-se no pier, ao lado de outros pescadores, e calmamente começou a arrumar a linha, colocar a chumbada, a bóia, desenrolar a linha, preparar a carretilha. Todos olhavam aquele paciente 'homenzinho', sozinho, como que em meditação.

Quando do momento do lançamento da linha no rio, eis que chegam outros membros desta Irmandade para ver o resultado de horas de serviço (quando digo horas não estou exagerando). Até os outros pescadores pararam para vislumbrar a cena.

Carretilha pronta e liberada, chumbada na ponta da linha, hora do arremesso. Ir. Colpani joga a vara para trás e com toda a sua força lança a linha para o centro do rio. Até a natureza parecia contemplar a cena pois só se ouvia a linha correndo pela carretilha.

Estranhamente nenhum barulho de objeto caindo na água se ouviu, até que, segundos depois, um "ploft" na água estrondou a centenas de metros do Ir. Colpani e dos presentes.

De repente um dos pescadores que a cena contemplava começou a rir descontroladamente e a dizer em voz alta: "a chumbada do moleque aí foi parar lá na curva do rio!! kkkkkkkkkkkkk".

Neste momento todos olharam para o Ir. Colpani e começaram a rir capciosamente. O silêncio mórbido tinha se transformado em risos e mais risos. Lá estava o Ir. Colpani, desolado, com a linha toda emaranhada na carretilha, horas de serviço jogados literalmente água abaixo.

O que aconteceu? Uso de uma linha mais velha do que a sua avó associada a uma chumbada pesada e, é claro, ao destino que sempre persegue este Irmão "pescador".

7 comentários:

Anônimo disse...

Cara, que texto ruim! Tentou fazer bonito, rebuscado... pelo menos leia tudo de novo antes de postar. Faça um favor a nós que apreciamos o seu blog.

Irmão Fabiano disse...

Ao acusar os erros, pelo menos, aponte-os.

Anônimo disse...

eu naum axu q vc iscreve mau naum

Anônimo disse...

Começa com "Vende este vídeo".

Colpani disse...

Eu também não gostei deste texto principalmente por ser um texto tendencioso e mentiroso. Minha chumbada foi parar na curvo do rio porque eu tenho força e tecnica para arremessar e eu não pesquei muito pois havia tomado muita coca-cola.

Ricardo disse...

Eu achei bom o texto e a história, acho até que poderia colocar mais histórias sobre os Irmãos

Irmão Rossoni disse...

Dei boas risadas lembrando do ocorrido. E Ricardo, tentaremos colocar mais histórias dos irmãos.