27 de jun de 2008

O país de um homem só


Stuart Hill diz que ilhota ao norte da Escócia terá até moeda e selos próprios.
Segundo ele, novo país será leal apenas à rainha da Inglaterra.

Via G1

"O proprietário de uma ilhota na costa da Escócia declarou, pela internet, independência do Reino Unido e afirmou que pretende fazer do território, com apenas um habitante, um país com regras próprias e sem impostos.

Em seu site, Stuart Hill, que mora da ilha de Forvik, no Mar do Norte, disse que não reconhecia a autoridade do governo da União Européia, e citou um acordo centenário como base de sua declaração de independência. A ilha, segundo ele, deve ser leal apenas à rainha da Inglaterra, e não ao governo do premiê Gordon Brown.

"Forvik não deve fidelidade a nenhuma instituição governamental do Reino Unido, seja ela central ou local, e não está ligada à nação britânica por nenhum de seus estatutos", afirmou Hill.

Hill, de 65 anos, mora na ilha de cerca de 10 mil metros quadrados desde 2001, quando naufragou durante uma tentativa frustrada de dar a volta na Grã-Bretanha de barco.

O mais novo 'chefe de estado' do mundo mora em uma cabana improvisada. No site, ele afirmou que pretende criar uma moeda própria para a ilha, o 'gulde', além de imprimir os próprios selos e criar a bandeira da nação. "Não haverá imposto de renda, impostos sobre produção, comércio ou qualquer outra taxa instituída pelo governo britânico."

Sermão do Véio: achei o site do cara. É este aqui. Fico imaginando se o esquecermos ali, sem comida, sem água, nem sombra tem o montinho de terra sobre o mar! Vamos deixar o cara aí e ver quanto tempo dura com esta babaquisse.

1 comentários:

Daniel disse...

Não é o primeiro maluco não :)
http://en.wikipedia.org/wiki/Principality_of_Sealand