31 de mar de 2008

Escala Tequila


Li pela primeira vez a "Escala Tequila" no Blog do Cardoso. Abreviei para E.T. Nas palavras do sábio blogueiro, a ET é uma "uma graduação de quantas tequilas você precisa tomar para encarar uma criatura". É uma das melhores medidas e uma das mais usadas no ocidente, especialmente após o fim do casamento arranjado.

Vamos aos exemplos.

Alessandra Ambrosio: ET -8,0.



OK, entendo que alguns "homens" falso-machos não encarariam a modelo da Victoria's Secret nem se ela usasse um daqueles cintos proibidos para menores de 28 anos, mas para a maioria dos autênticos seres do sexo masculino não precisaria nem de água para encarar a musa.

Sua prima de segundo grau: ET 4,0

Conheço pessoas (leia-se amigos-Irmãos) que já pegaram a prima sem nada na cuca. Mas não é fácil encarar o parente na próxima reunião de família e se lembrar que a "louca" é filha da Tia Josefa.

Jaburu-mor: ET




É uma ofensa colocar um negócio desses aqui na Irmandade, muito pior ainda num mesmo post com a Alessandra Ambrósio. Mas era preciso. Um "trem" desses não dá para encarar nem de frente. Melhor, bem de frente, de preferência que o atropele e lhe deixe inconsciente por um bom tempo.

A Escala Tequila, assim como tantas outras, é variável, de homem para homem. Também pode ter equivalência com outras bebidas, como cerveja, martinis, vinho, mas aí deve sofrer sua respectiva variação.

Mas não se esqueça que sempre há o amanhã (e amigos para lhe tirarem muito sarro por causa da gordinha com quem você foi embora ontem a noite).